Владислав Жданов: Живой интерес вызывает тема сравнения добычи и производства алмазов, их эффективности и инвестиционной привлекательности

Владислав Жданов - профессор, Научно-Исследовательский Университет «Высшая школа экономики». Он рассказал Rough&Polished о новых исследованиях эффективности методов производства алмазов.

01 июля 2024

Почему огранка алмазов в Африке стоит так дорого? Отвечает президент ADMA Антониу Оливейра

Антониу Оливейра, президент Африканской ассоциации производителей бриллиантов (ADMA) рассказал в эксклюзивном интервью Мэтью Няунгуа из агентства Rough&Polished, что отсутствие надежной инфраструктуры в Африке не позволяет ускорить и стимулировать...

24 июня 2024

Эдан Голан: Проведение IPO возможно, но Anglo не считает его целесообразным способом продажи De Beers

Эдан Голан, владелец одноименной компании Edahn Golan Diamond Research and Data, рассказал Мэтью Няунгуа из агентства Rough&Polished в эксклюзивном интервью, что, хотя IPO De Beers «практически осуществимо», он не считает, что Anglo American хочет пойти...

17 июня 2024

GemsCouture - авангард от Виктора Моисейкина

Виктор Моисейкин - основатель ювелирного дома Moiseikin , автор нескольких запатентованных технологий, в том числе получившей мировую известность уникальной «русской закрепки», обладатель многих дизайнерских наград – рассказал Rough&Polished о влиянии...

03 июня 2024

Оксана Сенаторова: Тенденция такова, что идет сокращение регионального ритейла и увеличение федеральных сетей

Оксана Сенаторова давно известна в ювелирном мире. Во время посещения майской выставки «Junwex. Новый Русский стиль» в Санкт-Петербурге она ответила на вопросы корреспондента Rough&Polished.

27 мая 2024

Museu de Arte Multimédia de Moscovo abre "Arte do Futuro" em Norilsk

28 ноября 2022
Três projectos de arte Norilsk foram incluídos na exposição da Primeira Bienal Internacional

(ttelegraf.ru) - Na versão de Norilsk da Primeira Bienal Internacional, o Museu de Arte Multimédia de Moscovo apresentou oito dos 60 projectos expostos no MAMM.
Na exposição "Art of the Future". Favoritos" na galeria de arte, Natalya Fedyanina, Directora do Museu Norilsk, apresentando um dos projectos de maior sucesso neste país dedicado ao 25º aniversário do MAMM, prestou especial atenção ao facto de os curadores de Moscovo terem incluído três instalações da Residência de Arte Polar na exposição. Norilsk, a partir da qual a bienal iniciou a sua viagem pelas regiões, tornou-se não só uma plataforma de lançamento, mas também um parceiro do projecto.
Segundo o director do museu e curador do PolArt-residence, os organizadores da Bienal ficaram espantados com o nível de trabalho dos residentes de Norilsk. As instalações interactivas TsvetNor de Anna Tolkacheva, Maps of Consciousness de Andrey Chugunov e Norsvet de Mila Mikhailova atraíram especial atenção dos convidados da cidade, incluindo jornalistas de Moscovo que voaram com os curadores da Bienal para assistir à sua inauguração em Norilsk.
Tatyana Smirnova, Directora de Relações Públicas da Norilsk Nickel, que representou o parceiro geral da Bienal na cerimónia, disse que não vê nada de surpreendente no facto de a Arte do Futuro abrir numa cidade do norte: "Se dissermos que Norilsk, noutra espiral do seu desenvolvimento, está à beira de mudanças que já começaram, é impossível falar do desenvolvimento das infra-estruturas, das instalações sociais, do mundo material sem o desenvolvimento do espaço e de novos significados. A cidade como um sistema auto-reprodutivo gera estes pensamentos e vai muito à frente. Estou muito contente que após um grande sucesso a exposição tenha chegado a Norilsk e o povo de Norilsk tenha uma oportunidade única de se familiarizar com obras muito interessantes e profundas durante muito tempo. Quero desejar a todos não só que olhem para a arte do futuro, mas talvez que compreendam, sintam o seu próprio futuro nesta cidade e sejam bem sucedidos e felizes nos seus sonhos, nos seus desejos".
Segundo Tatyana Smirnova, Norilsk Nickel está interessado em ver tais projectos não só existirem em grandes locais, mas também aterrar em Norilsk: "Pensamos que a Arte do Futuro inspirará e fixará as pessoas que impulsionam o progresso, criam valores, não terei medo desta palavra, para toda a humanidade".
Os projectos da bienal trazidos a Norilsk foram apresentados por Anna Zaitseva, uma das curadoras da Exposição do Futuro, Directora Adjunta do MAMM para actividades de exposição. O headliner da exposição de Norilsk e o convidado da vernissage foi um dos artistas mais brilhantes no campo da arte contemporânea, Rostan Tavasiev. Das 95 obras expostas na galeria, 41 pertencem a este participante da bienal.
O projecto "Nebulosas Planetárias" está a ser criado pelo artista juntamente com o professor da Universidade Estatal de Moscovo, Sergei Popov, e ele próprio formou-se com distinção nos cursos de astrónomos.
Segundo ele, sobre o tema de como e com o que o artista irá trabalhar no espaço exterior, ele começou com uma "sobremesa", com as mais belas nebulosas planetárias. Em Norilsk, dará uma palestra "O Caminho de uma Lebre para as Estrelas": a exposição tem uma série de "Lebre de Espelho".
Sabe-se que Rostan Tavasiev está muito interessado nas luzes do norte, e já está a pensar se lhe pode ser dada uma forma figurativa - uma flor ou um animal, por exemplo. Anna Zaitseva observou que antes de Rostan Tavasiev, nenhum dos artistas "pensava nesta direcção".
Aprofundadamente - 34 obras - apresentadas em Norilsk é Muscovite Dmitry Kavka, que cria projectos na intersecção de realidades digitais e materiais. O seu ficheiro multimédia "Guglonaturmort" mereceu grande atenção na abertura.
O povo Norilsk literalmente aglomerou-se à volta do painel com o ficheiro multimédia do grupo de arte Gray Cake (Katya Pryanik e Sasha Serechenko) "Dreams of a Machine", criado por artistas e duas redes neurais baseadas em gravações de sonhos humanos genuínos.
Os mais corajosos tentaram criar "obras-primas" com a ajuda de um programa de computador de Valery Shevchenko, e alguns dos visitantes mesmo à entrada ficaram presos nas "Máscaras" (impressão stereo-vario num painel lenticular) de Maxim Svishchev ou olharam para o ficheiro multimédia de Pavel Zeldovich "Facade".
A arte do futuro, após uma análise mais aprofundada, revelou-se não só fascinante, cheia de profundos significados, mas também muito livre e bastante compreensível. Compreensivelmente, independentemente da idade em que se mergulhar. Basta vir, observar e ouvir. Os residentes de Norilsk têm dois meses para isso - até ao final de Janeiro. Depois a exposição irá para Yekaterinburg, mas isso será outra história.